Capa

Capa

terça-feira, 11 de junho de 2013

Paulinho nega mudança de postura e garante ter liberdade para atacar



Conhecido por sua força ofensiva no Corinthians, Paulinho vem sendo muito criticado por estar aparecendo pouco no campo de ataque pela Seleção Brasileira. Nesta terça-feira, no entanto, o volante negou que esteja muito preso ao esquema de Luiz Felipe Scolari e contou que o técnico lhe dá liberdade para manter a postura que costuma ter no time paulista.
"O Felipão me deu a liberdade de fazer na Seleção o que eu faço no Corinthians. Foi jogando assim que eu cheguei aqui, então não tem motivo para eu mudar", disse o jogador. "Mas temos que ter a consciência de que às vezes é necessário guardar um pouco a posição. Tudo depende da situação da partida", completou.
Na atual escalação de Luiz Felipe Scolari, Paulinho forma a dupla de volantes ao lado Luiz Gustavo. Nos últimos dois amistosos, no entanto, foi Hernanes quem se destacou. Na partida contra a Inglaterra, o jogador da Lazio acertou a bola na trave que originou o gol de Fred. Já no último domingo, contra a França, marcou o segundo gol brasileiro, dando mais tranquilidade à equipe.
Titular da posição, Paulinho negou qualquer problema em brigar por uma vaga com o ex-são paulino. "É uma dúvida muito boa para o Felipão. Quem ganha com isso é a Seleção Brasilera. Ele tem grandes opções pra escalar", afirmou.
O Brasil estreia na Copa das Confederações diante do Japão, no próximo sábado, às 16 horas (de Brasília), no Estádio Nacional de Brasília. Para o volante, a receita para a vitória é manter a consistência defensiva.
"A importância de não tomar gols é muito grande. Porque se você se defender bem, estará mais próximo da vitória. Então é fundamental pensar assim. A gente sabe que se não tomarmos gol atrás, temos muita qualidade para decidir lá na frente", finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário