quarta-feira, 21 de novembro de 2012

SP: homicídios dobram na capital em outubro e batem recorde do ano



O número de pessoas assassinadas na cidade de São Paulo dobrou no mês de outubro em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado nesta quarta-feira, no mês passado foram 176 vítimas, contra 82 em outubro de 2011.
Outubro foi o mês que registrou o maior número de assassinatos na cidade em 2012. Os dados da SSP mostram uma escalada da violência: desde janeiro, o número de vítimas vem subindo. No início do ano, foram 92 assassinatos, enquanto em junho o número saltou para 134 e, sem setembro, estava em 143.
Mesmo faltando ainda os dados de novembro e dezembro deste ano, o número de pessoas assassinadas desde o início do ano já é maior do que o total de 2011, quando 1.069 pessoas morreram de forma violenta na cidade. Em 2012, já foram 1.157 assassinatos.
O número de casos de estupro também aumentou consideravelmente: enquanto em outubro do ano passado foram registradas 191 ocorrências desse tipo na capital paulista, este ano foram 329.
Dados do Estado
Outubro também foi o mês mais violento do ano no Estado de São Paulo. De acordo com o levantamento da SSP, 571 pessoas foram assassinadas nesse período. Em outubro de 2001, o Estado havia registrado 385 vítimas.
Os casos de estupro também aumentaram, passando de 842 em 2001 para 1239 este ano. Outros índices também apresentaram elevação, como o de tentativas de homicídios (de 504 em 2001 para 630 em 2012), roubo a banco (foram 19 ocorrências em outubro do ano passado contra 24 este ano), e furto de veículos (de 8.901 casos em 2011 para 9.466 em outubro passado).
Onda de violência 
Desde o início do ano, ao menos 92 policiais foram assassinados no Estado. Desse total, 18 eram aposentados e três estavam em serviço. Além disso, o Estado continua a enfrentar um grande índice de violência. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, só na capital houve um crescimento de 102,82% no número de pessoas vítimas de homicídio no mês de setembro, em comparação ao mesmo período do ano passado. Em todo o Estado, a alta foi de 26,71% no mesmo período.

Nenhum comentário:

Postar um comentário