sexta-feira, 11 de março de 2011

Após terremoto, Pimpão relata desespero no CT do Cerezo Osaka

No entanto, ex-atacante do Vasco garante que está feliz no Japão e pretende continuar no país por mais alguns anos





imprimir Não bastasse o semblante de preocupação dos companheiros de clube, Rodrigo Pimpão custou a se dar conta do que aconteceu nesta sexta-feira no Japão. Sem entender e falar a língua local, o ex-jogador do Vasco só se tocou que estava ocorrendo um terremoto no país ao ver as estruturas do Cerezo Osaka tremerem. Nesse momento, o susto foi grande e até difícil de descrever (assista ao vídeo ao lado da entrevista do jogador).



- Um jogador tentou me explicar, mas eu não entendia. Como estou pouco tempo aqui, ainda não sei falar o idioma. Em seguida, vi os armários junto com as nossas roupas balançarem. Fiquei assustado e, quando levantei de onde estava sentado, fiquei com enjoo. Deu bastate medo, apesar de (Yokohama) ser um pouco distante daqui. Coisa de umas 10 horas de viagem, cerca de 500 a 600 km de distâcia. Mas mesmo assim nós sentimos tremores durante uns 20 segundos - disse Rodrigo Pimpão, em entrevista via Skype.



Por outro lado, o jogador não pretende deixar o Japão. Ele conta que foi alertado da possibilidade de haver terrmoto naquela região e recebeu alguns dicas de como se comportar nessas ocasiões.



- Já esperava alguma coisa assim, mas não tão forte. Ainda mais um terremoto seguido de tsunami. Porém, as pessoas me tranquilizaram depois da tragédia. Estou feliz aqui e pretendo cumprir o contrato com o Cerezo Osaka - afirmou.



Rodrigo Pimpão confirma que não haverá jogos pelo Campeonato Japonês neste fim de semana. No entanto, o Gamba Osaka vai disputar outra competição no país vizinho.



- Os jogos de sábado e domingo do Campeonato Japonês foram cancelados. Mas

nossa equipe viaja segunda-feira para a China a fim de disputar a Liga dos Campeões da Ásia, já que este país não foi afetado pelo terremoto - garantiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário