quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Ultimas de Augusto Nunes



A renovação de contrato de Ratinho é a grande preocupação de Silvio.
O contrato termina no fim do ano e o ibope é muito ruim.
Mas Silvio comprou uma rede de lojas de varejo no Paraná.
E Ratinho é dono de todas as retransmissoras do SBT no Paraná.
Então, por questão de imagem e prestígio local, Ratinho não poderia ficar sem programa.
Mas o ibope e a falta de jeito de Ratinho criar um bom roteiro com bom conteúdo joga contra a renovação do contrato.
O maior problema do programa do Ratinho é ele mesmo, que não leva tão a sério seu próprio programa.
Ratinho chega no SBT meia hora antes de começar o programa, dá uma lida no roteiro e joga fora, pois faz tudo diferente no programa.
Desse jeito não dá pra fazer bem feito.

Derrubada de ibope de Gabi


No SBT a preocupação foi grande pelo ibope tão baixo de Gabi no domingo.
O programa de entrevistas mostrou Guga Kuerten, tenista, que não tinha nada de muito interessante para mostrar ao povo.
Três de ibope estava bom até.
Gabi deveria se preocupar com entrevistados de maior apelo popular.
Tênis e coisas similares dá o mesmo ibope que nada.

SBT comemora ibope


Nos dois dias do começo desta semana o jornal do SBT mais uma vez comemorou primeiro lugar de ibope sob o comando de Hermano Henning.
Mas o jornalismo da manhã comete um equívoco.
Estão colocando no ar, ao vivo, uma repórter de São Paulo que quase nunca tem algo interessante para mostrar.
Buscar reportagem ao vivo de madrugada precisa de um talento especial.
Este tipo de chamada ao vivo deveria ser feita com Luiz Bacci, que está no Rio, e que tem talento para tais tipos de reportagem.
Bacci sabe bem onde buscar e o jeito de mostrar.

Programa do SBT já tem prateleira


O programa Se Ela Dança Eu Danço, que vai ao ar um dia no SBT, já tem oito gravações completas e guardadas na prateleira.
Ninguém sabe o dia que vai ao ar, e se vai.
Mas a apresentação é de Beto Marden e Lígia Mendes para desencanto de Daniela Cicarelli, que gostaria de fazer papel de apresentadora no SBT, mas vai ter que se contentar com uma renovação de contrato na TV Band.

Debate da Record deu excelente ibope


Dar 9 de ibope numa segunda às 23 horas, o mesmo número que deu o debate anterior num domingo depois do Domingo Espetacular, pode ser considerado excelente.
Se a gente considerar que o ibope deste horário, quando tem o show do Tom, não passa disso, então, o resultado foi mais que excelente.
Valeu, e muito, para a Record que conseguiu mudar o dia do debate de domingo.
Não se perde público nem faturamento.
E olha que o debate nem se pareceu com o show do Tom.
Foi porrada para todo lado.

Globo perdeu jeito de fazer reportagem


Parece que quem é o maior muitas vezes pode ser o pior.
Esta é a única explicação que se tem para a horrorosa reportagem apresentada pela emissora da família Marinho no Fantástico de domingo.
Mostraram toda uma sequência editada sobre o caso do louco que bateu num jovem com um porrete dentro da livraria Cultura.
Tinham imagens exclusivas da agressão.
Mas esqueceram de contar no final da reportagem gravada e editada que o jovem morreu.
Os senhores que trabalham na Globo, tal qual Bozó, personagem de Chico Anísio, se acham o máximo.
E muitas vezes a esperteza come o esperto.
Ninguém continuaria editor da Globo no tempo de Boni se fizesse isso.
Mas nos dias atuais, quando a falta de competência campeia na Globo, tudo é possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário