terça-feira, 12 de outubro de 2010

Serra e Dilma utilizam trechos do debate durante o programa eleitoral


Debate da Rede Bandeirantes foi realizado na noite de domingo (11).
Apresentadora mostrou trechos de Serra. Dilma mostrou propostas por tema.

Candidatos à Presidência, José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), usaram durante o programa eleitoral da noite desta segunda (11) trechos editados do debate eleitoralpromovido pela Rede Bandeirantes na noite deste domingo (10). O primeiro programa foi o do tucano. Serra contou com a participação de uma apresentadora, que narrava os principais trechos em que o candidato falava. A primeira proposta apresentada por Serra foi o do salário mínimo de R$ 600.
Durante o debate, Serra prometeu a criação de 1 milhão de vagas no Ensino Médio. Quando o tema foi medicamentos genéricos, a apresentadora falou que “na saúde, Serra tem muito mais preparo que a Dilma”. Outros trecho do debate utilizado foi quando Serra falou sobre a criação do Ministério da Segurança.
“Eu quero criar o ministério da segurança para isso. Combater o tráfico de drogas e armas que o Brasil não produz.”
O programa também destacou o trecho em que o tucano falou que não fará privatizações.
“O PT venceu ações, colocou o Banco do Brasil na Bolsa de Nova Iorque. O presidente Lula e a Dilma privatizou dois bancos. Eu não vou fazer privatização nenhuma. Eu tenho cabeça própria. Eu vou fortalecer a Petrobras”, afirmou.
A apresentadora ainda afirmou que Dilma estaria nervosa. “Dilma, nervosa e agressiva, atacou até a mulher do Serra”. Ao final, a apresentadora afirmou que “Serra venceu o debate”. O programa ainda apresentou imagens do encontro do PSDB realizado em Brasília na última quinta-feira.
Dilma acusa Serra de calúnias
A candidata petista Dilma Rousseff também começou seu programa utilizando trechos do debate da Rede Bandeirantes. O programa eleitoral trouxe os melhores momentos da candidata dividido em temas como privatizações, infraestrutura e aborto. A petista acusou Serra e os governos de seus aliados de beneficiarem empresas estrangeiras com recursos públicos.
“Nós financiamos empresas brasileiras, vocês financiavam grupos estrangeiros com dinheiro brasileiro, para comprar o patrimônio público brasileiro”, disse Dilma.
Ao falar sobre aborto, Dilma afirmou que Serra foi o responsável por regulamentar o aborto pelo SUS. Ela se disse vítima de uma campanha de calúnias.
“Eu acho estranho você [Serra] dizer certas coisas. Você regulamentou o acesso ao aborto pelo SUS”, disse Dilma.
O programa também mostrou trechos em que a petista acusou Serra de fazer uma campanha “por meio de calúnias”. Dilma falou em relação a uma declaração que teria sido feita pela mulher de Serra, Mônica.
“Eu acho que a sua campanha procura me atingir por meio de calúnias, mentiras e difamações. O que não está certo é a sua mulher, Mônica Serra, e eu vou dizer o que ela disse, a Dilma é contra criancinhas. Isso é um absurdo. Eu repudio essa campanha que está sendo feita”, reclamou a candidata.
Dilma finalizou a parte dos trechos do debate com a mensagem final:
“Vocês podem contar comigo. Eu estou preparada para ser presidente da República".
O programa de Dilma ainda apresentou depoimentos dos governadores eleitos da base aliada, que pediram voto para a candidata do Dilma.
Blog do Augusto Nunes Itapetim Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário