Capa

Capa

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Dilma diz que crianças brasileiras precisam de mais proteção e educação


Brasília (Agência Brasil) - Ao falar sobre o Dia da Criança, comemorado amanhã (12), a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, defendeu a necessidade de dar mais proteção e oportunidades para as crianças brasileiras. Ela voltou a enfatizar a meta de construir 6 mil creches no Brasil, caso seja eleita. Dilma disse ainda que a proteção das crianças passa pela melhoria na educação.
“Amanhã é o dia 12 de outubro, Dia da Criança. Nesse dia, nós temos que assumir claramente mais uma compromisso fundamental com as crianças deste país. O futuro do nosso país depende desse apoio, dessa proteção e, ao mesmo tempo, dessa garantia de oportunidades, para que elas se tornem adultas. É para essas crianças que eu quero construir as 6 mil creches, que eu quero uma educação de qualidade, com professores bem pagos”, disse Dilma ao participar hoje (11) de um comício em Ceilândia, uma das cidades satélites de Brasília, com uma população de 600 mil habitantes, predominantemente de origem nordestina.
No comício, que contou com a participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma fez duros ataques ao seu adversário José Serra, a quem classificou de “volta ao passado”. “Nós achamos que para ter qualidade na educação, o professor tem que ser bem pago. Eles (aliados de Serra), não.
A candidata petista ainda enumerou feitos do governo Lula que segundo ela, eram considerados “impossíveis”, pela oposição. “Eles dizem que tudo é impossível. Eles diziam que a gente não ia conseguir pagar o FMI [Fundo Monetário Internacional] e nós pagamos. Hoje, somos capazes de emprestar para o FMI. Daqui para frente, o tamanho desse Brasil é aquele que nós queremos para ele. Não queremos mais um país pequeno. Este país que ergueu a cabeça e hoje é repeitado no mundo porque seus 190 milhões de brasileiros sabem que é possível realizar os seus sonhos aqui”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário