Capa

Capa

sábado, 30 de outubro de 2010

Conca reitera desconforto com renovação, mas garante foco no título


'A minha cabeça está nos jogos, em ser campeão', afirma o argentino que, porém, não disfarça a irritação com a postura da diretoria tricolor

conca comemora, fluminense x grêmioConca comemora um de seus gols contra o Grêmio
(Foto: Bruno Gonzalez / Agência O Globo)
Trinta e um jogos, nenhuma ausência, seis gols, 17 assistências e uma obsessão: ser campeão. Darío Conca pode até ter demonstrado insatisfação com a indefinição em relação à renovação de seu contrato, que se encerra no fim de 2011, mas os dois gols na vitória por 2 a 0 do Fluminense sobre o Grêmio, quinta-feira, no Engenhão, deixaram claro que nada vai tirar o foco do capitão de seu objetivo: levantar o troféu do Brasileirão no dia 5 de dezembro.

Em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM, o camisa 11, que para muitos é o melhor jogador do campeonato, reforçou o desconforto com imbróglio envolvendo a extensão de seu contrato. Entretanto, fez questão de acalmar a torcida tricolor e garantiu que nada vai interferir no seu trabalho no dia a dia.

- A minha cabeça está nos jogos, em ser campeão. O Fluminense precisa de todos nós motivados e concentrados. E sabemos que na reta final não tem dinheiro, nem nada que pague o título.

De quebra, Conca, xodó dos tricolores, lembrou a força da união entre arquibancada e equipe para o Tricolor e garantiu querer retribuir o carinho com a conquista. Com 57 pontos, o Fluminense é o primeiro colocado na tabela, seguido por Corinthians e Cruzeiro, que tem um jogo a menos.

Confira a seguir o bate-papo com Darío Conca

GLOBOESPORTE.COM: Gostaria de esclarecer com você uma frase sua, na última terça-feira, ao comentar a negociação para renovação de contrato. Você disse que “está difícil”, o que realmente significa isso?

Conca: - É uma verdade. Todo mundo sabe que quando chega o fim do ano aparecem propostas. Mas o que eu quis falar é que da forma que está vai ficar complicado chegar a um acordo. Só quero a verdade, que digam se têm vontade. Se não, tudo bem, vou ter que procurar outro lugar. Sempre falei que respeito todo mundo, mas estou esperando e não acontece nada. Sei que o Fluminense é um grande clube, mas há um mês e meio não falam nada. Só dizem que é semana que vem e nada acontece.

Esse nada que você fala é ausência de proposta ou questão de valores?

- Para fechar com o assunto. Já contei que eles não têm me procurado há um mês e meio. Acho que desde o jogo contra o Avaí não falo com ninguém. Pergunto o que vai acontecer e só me mandam esperar. Tudo bem, mas eu só quero saber como vai ser.

Mas isso não tem interferido em seu rendimento...
- A minha cabeça está nos jogos, em ser campeão. O Fluminense precisa de todos nós motivados e concentrados. E sabemos que na reta final não tem dinheiro, nem nada que pague o título. Um título que vai ser tão importante e o torcedor merece. Nossa força é essa união.

Nenhum comentário:

Postar um comentário