Capa

Capa

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Jovem é condenado após ser pego em ato sexual dentro de açougue

Mulher disse que ele se masturbou enquanto conversava com ela.
Jovem gostaria de voltar no tempo para apagar episódio de sua vida.

Cliente flagrou Nicholas Lorenzo se masturbando dentro do açougue.Cliente flagrou Nicholas Lorenzo se masturbando
dentro do açougue de mercado. (Foto: Divulgação)

O americano Nicholas Lorenzo, de 25 anos, que foi preso em janeiro em Louisville, no estado do Colorado (EUA), após ser flagrado se masturbando dentro do açougue de um supermercado local, foi condenado a cinco anos de liberdade condicional, segundo o jornal "Daily Camera".

Ele foi detido na época após a denúncia de uma cliente. A mulher contou para os agentes que notou que o funcionário fazia um movimento estranho com a mão, quando ela se aproximou do balcão do açougue. Ao olhar com mais atenção, ela observou que Lorenzo segurava o pênis.

A cliente afirmou que o funcionário estava se masturbando enquanto conversava com ela. A mulher destacou ainda que o homem colocou o pênis dentro da calça ao ver que ela estava chocada com a cena.

Após o julgamento realizado na última quinta-feira, o jovem pediu desculpas por sua "ação irresponsável". "Depois disso, minha vida mudou dramaticamente", disse ele, destacando que gostaria de voltar no tempo para apagar esse episódio de sua vida.

Com erro da arbitragem, Corinthians e Botafogo empatam no Pacaembu

Leandro Vuaden anula gol legal de Herrera no segundo tempo. Placar de 1 a 1 deixa Timão e Glorioso mais distantes do Flu na briga pelo título nacional

Corinthians e Botafogo fizeram nesta quarta-feira um jogo digno de dois candidatos ao título do Campeonato Brasileiro. O resultado, porém, não agradou aos dois. Com gols de Bruno César, o centésimo do Timão na temporada, e Loco Abreu, o sexto em seis jogos, as equipes empataram por 1 a 1, no Pacaembu, e ficaram mais distantes do líder Fluminense. Os cariocas deixam São Paulo reclamando de um gol de Herrera anulado erradamente pelo árbitro Leandro Vuaden no segundo tempo sob a alegação de impedimento.

O Corinthians apostava tudo no Pacaembu para voltar a vencer depois da derrota para o Internacional. O clube do Parque São Jorge tem agora 48 pontos, na segunda posição. O triunfo sobre o Avaí colocou o Fluminense com 51. A equipe dirigida por Adilson Batista tem um jogo a menos – dia 13 de outubro, pega o Vasco, em São Januário, em partida atrasada do primeiro turno.

Apesar de somar um ponto fora de casa, o placar também não é bom para o Botafogo. Os cariocas chegam ao quinto jogo consecutivo sem vencer e atingem a marca dos 41 pontos, caindo para o sexto lugar. A desvantagem para o rival Flu subiu para dez pontos. O mesmo aconteceu na briga com o Cruzeiro por uma vaga na Libertadores. São seis abaixo dos mineiros.

Na próxima rodada, o Corinthians recebe o Ceará, sábado, às 16h, no Pacaembu. Já o Botafogo faz o clássico contra o Flamengo, no mesmo dia, às 18h30m, no Engenhão.

Timão começa melhor, mas Loco Abreu brilha

O Corinthians precisou de pouco tempo para mostrar novamente o quanto é difícil superá-lo no Pacaembu. Com suas peças bastante avançadas e abusando da velocidade, o Timão bloqueou a saída e encurralou o Botafogo no campo defensivo. O gol não demorou a sair. E um golaço! Bruno César, aos dois minutos, acertou um lindo chute com efeito no ângulo esquerdo, indefensável para Jefferson. Foi o 11º dele no Brasileirão.

A desvantagem fez o Botafogo acordar. O Corinthians reduziu a pressão, os cariocas melhoraram os passes e saíram de trás, com Lúcio Flávio, Marcelo Cordeiro e Herrera jogando pelo lado esquerdo, nas costas de Alessandro. Loco Abreu perdeu a chance de empatar, aos 11, ao carimbar o travessão em chute forte após cobrança de escanteio.

O Botafogo continuou melhor. Fahel grudou em Jorge Henrique, Leandro Guerreiro encostou em Elias, e os visitantes atrapalharam toda a criação corintiana. Bruno César, aberto pela direita como um atacante, e Iarley ficaram presos na boa marcação rival. Para piorar, a zaga paulista decidiu dormir, aos 26. Melhor para Loco Abreu, que não perdoou e marcou de cabeça em cruzamento de Herrera, que Alessandro não subiu para cortar.

Depois do empate, o Corinthians não conseguiu voltar a pressionar. O meio de campo, coração da equipe de Adilson Batista, pouco funcionou. Nas poucas vezes que inverteu posições, o Timão quase marcou, aos 34, com Iarley acertando a trave após desvio de cabeça de Elias. Aos 46, o mesmo Elias subiu entre os zagueiros e quase acertou o canto direito de Jefferson.

Botafogo é prejudicado no Pacaembu

O segundo tempo começou movimentado. Ralf voltou a sentir a lesão no tornozelo esquerdo e deu lugar a Paulinho. O Corinthians ganhou mais qualidade nos passes, mas perdeu poder de marcação. Assim, o Botafogo só não virou o jogo, aos quatro, por um impedimento marcado erradamente. Herrera recebeu de Marcelo Cordeiro em posição legal na área, fez o gol, mas a arbitragem já havia parado o lance. Em seguida, aos sete, o mesmo Herrera, de cabeça, parou em ótima defesa de Julio Cesar.

Joel Santana, porém, errou ao trocar Herrera por Renato. O Botafogo perdeu força ofensiva, e o Corinthians passou a pressionar. Paulinho, aos 15, se apresentou no ataque, recebeu livre na área e chutou mal. Jefferson fez a defesa, a bola escapou e Leandro Guerreiro afastou antes que ela entrasse. Aos 26, Jucilei errou cabeçada de frente para o gol depois de cruzamento de Jorge Henrique.

O Timão, entretanto, não conseguiu manter o ritmo. Adilson Batista trocou Iarley pelo argentino Defederico para dar mais mobilidade ao ataque. Não deu certo. O Corinthians seguiu em cima do adversário, mas abusando dos cruzamentos para a área. Todos com pouco perigo para o goleiro Jefferson.

Aos 47, Somália perdeu a chance de marcar para o Botafogo. Ele pegou passe errado de William, avançou livre pelo meio, mas chutou fraco para Julio Cesar defender com facilidade. Caio, aos 48, também perdeu. Esperto, Loco Abreu achou o garoto em rápida cobrança de falta. O talismã de Joel arrancou, se livrou do goleiro e - com o uruguaio totalmente livre ao seu lado - chutou por cobertura, errando o alvo, para desespero dos companheiros.

Blog do Augusto Nunes Itapetim

Lula diz que usam 'cara de pau' para propor 13º para o Bolsa Família

Proposta foi apresentada por José Serra (PSDB); Lula não citou tucano.
Em comício, presidente pediu votos para Dilma evocando figura materna.

Em comício na noite desta quarta-feira (29) em Aracaju, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu votos para a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, evocando, mais uma vez, a figura de uma mãe para “cuidar” do país e criticou propostas apresentadas pelo candidato do PSDB, José Serra, como um 13º salário para o Bolsa Família e o aumento do salário mínimo para R$ 600. A candidata petista não participou do evento.

Sem citar o nome do tucano, Lula afirmou que, quando o programa Bolsa Família, uma das principais vitrines de seu governo, foi criado, diziam que se tratava de uma “esmola”.

“Hoje, os que diziam que era esmola estão até com a maior cara de pau prometendo 13º para o Bolsa Família. Eles pensam que nós somos aqueles eleitores bobinhos de 20 anos atrás. Tem um deles que até está prometendo aumento do salário mínimo. Ora, eles governam o Brasil há 500 anos. Por que não deram aumento de salário mínimo?”, questionou, afirmando em seguida que houve aumento de 74% do salário mínimo em seu governo.

O G1 deixou recado no celular do senador Sérgio Guerra (PSDB-PE), presidente do PSDB e coordenador da campanha de Serra, e aguarda resposta.

'Barbudo'

Lula voltou a dizer que é grato por ter perdido três eleições para a Presidência da República porque só venceu quando estava “mais calejado, mais maduro”. Ele relatou que, nas primeiras campanhas, ficava descontente por ser, segundo ele, alvo de preconceito por parte da população mais pobre.

“Votavam contra mim porque estavam desinformados. Naquela época, eles diziam que Lula era um barbudo e, por ser barbudo, era comunista. E eles se esqueciam que Jesus era barbudo, se esqueciam que Tiradentes tinha sido barbudo”, disse.

'Cuidar como uma mãe'

Como tem feito durante a campanha, o presidente evocou a figura materna para pregar o voto em Dilma. “Não precisarmos ser governados. A palavra governar é elitista. Precisamos ser cuidados. Governar é um jeito burocrata que eles faziam, governar para a minoria. O que nós queremos é cuidar como uma mãe cuida dos seus filhos”, afirmou.

O presidente afirmou que foi questionado se uma mulher teria “a mesma capacidade do homem” e disse que pensou na mãe, dona Lindu.

“Como é que eu poderia considerar a minha mãe mais fraca? Foi ela que me ensinou a andar, que me deu comida enquanto eu não aprendi a comer, ela que me lavava (...). Como é que alguém que tem competência de cuidar tão bem dos nossos filhos não pode cuidar de 190 milhões de brasileiros?”, disse.

Lula diz que usam 'cara de pau' para propor 13º para o Bolsa Família

Proposta foi apresentada por José Serra (PSDB); Lula não citou tucano.
Em comício, presidente pediu votos para Dilma evocando figura materna.

Em comício na noite desta quarta-feira (29) em Aracaju, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu votos para a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, evocando, mais uma vez, a figura de uma mãe para “cuidar” do país e criticou propostas apresentadas pelo candidato do PSDB, José Serra, como um 13º salário para o Bolsa Família e o aumento do salário mínimo para R$ 600. A candidata petista não participou do evento.

Sem citar o nome do tucano, Lula afirmou que, quando o programa Bolsa Família, uma das principais vitrines de seu governo, foi criado, diziam que se tratava de uma “esmola”.

“Hoje, os que diziam que era esmola estão até com a maior cara de pau prometendo 13º para o Bolsa Família. Eles pensam que nós somos aqueles eleitores bobinhos de 20 anos atrás. Tem um deles que até está prometendo aumento do salário mínimo. Ora, eles governam o Brasil há 500 anos. Por que não deram aumento de salário mínimo?”, questionou, afirmando em seguida que houve aumento de 74% do salário mínimo em seu governo.

O G1 deixou recado no celular do senador Sérgio Guerra (PSDB-PE), presidente do PSDB e coordenador da campanha de Serra, e aguarda resposta.

'Barbudo'

Lula voltou a dizer que é grato por ter perdido três eleições para a Presidência da República porque só venceu quando estava “mais calejado, mais maduro”. Ele relatou que, nas primeiras campanhas, ficava descontente por ser, segundo ele, alvo de preconceito por parte da população mais pobre.

“Votavam contra mim porque estavam desinformados. Naquela época, eles diziam que Lula era um barbudo e, por ser barbudo, era comunista. E eles se esqueciam que Jesus era barbudo, se esqueciam que Tiradentes tinha sido barbudo”, disse.

'Cuidar como uma mãe'

Como tem feito durante a campanha, o presidente evocou a figura materna para pregar o voto em Dilma. “Não precisarmos ser governados. A palavra governar é elitista. Precisamos ser cuidados. Governar é um jeito burocrata que eles faziam, governar para a minoria. O que nós queremos é cuidar como uma mãe cuida dos seus filhos”, afirmou.

O presidente afirmou que foi questionado se uma mulher teria “a mesma capacidade do homem” e disse que pensou na mãe, dona Lindu.

“Como é que eu poderia considerar a minha mãe mais fraca? Foi ela que me ensinou a andar, que me deu comida enquanto eu não aprendi a comer, ela que me lavava (...). Como é que alguém que tem competência de cuidar tão bem dos nossos filhos não pode cuidar de 190 milhões de brasileiros?”, disse.

Pesquisa Ibope aponta Dilma com 50% e Serra com 27%

Levantamento foi encomendado pela Confederação Nacional da Indústria.
Marina Silva aparece com 13%. Margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (29) em Brasília mostra a candidata do PT, Dilma Rousseff, com 50% das intenções de voto e o candidato do PSDB, José Serra, com 27% na corrida eleitoral pela Presidência da República. Marina Silva (PV) tem 13%, segundo o levantamento, encomendado ao instituto pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Brancos ou nulos são 4%. Não souberam ou não responderam, 4%. Os demais candidatos juntos somaram 1% das intenções de voto.

No cálculo de votos válidos, no qual a taxa de votos brancos, nulos e indecisos é excluída, Dilma tem 55% contra 30% de Serra e 14% de Marina. “Nesse cenário, a eleição se resolve no primeiro turno”, diz o diretor operacional da CNI, Rafael Lucchesi.

Espontânea
O cenário divulgado pelo Ibope diz respeito à resposta estimulada, quando os entrevistados são confrontados com uma lista de candidatos. Já na pesquisa espontânea, quando os entrevistados respondem sem a ajuda da relação de candidatos, Dilma tem 44%, Serra 21% e Marina, 10%. Votos brancos ou nulos somam 5% e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que não disputa a eleição ainda aparece com 1% das intenções de voto.

Cenário reduzido
No cenário reduzido, quando os entrevistados são confrontados com a relação dos três candidatos mais bem posicionados nas pesquisas, Dilma tem 51%, Serra aparece com 27% e Marina soma 13%. Brancos e nulos são 4% e os que não responderam ou não sabem em quem votar, 5%.

Segundo turno
Em um eventual segundo turno entre Dilma e Serra, a candidata do PT teria 55% contra 32% do tucano. Brancos e nulos somariam 7%. Já em uma disputa de segundo turno envolvendo Dilma e Marina, a petista teria 56% contra 29% da candidata do PV. Brancos e nulos seriam 8%. No cenário entre Serra e Marina, o candidato tucano teria 43% contra 35% de Marina e os votos nulos ou brancos somariam 12%.

Rejeição
O Ibope também interrogou os entrevistados sobre a probabilidade de voto no dia 3 de outubro. Os que disseram que não votariam em Dilma somaram 27%. Já os que não votariam em Serra ficaram em 34% e Marina, 28%. Os entrevistados que disseram votar “com certeza” em Dilma totalizaram 48% contra 24% de Serra e 13% de Marina. Os entrevistados que afirmaram que “poderiam” votar em Dilma somaram 19%, Serra 35% e Marina, 45%.

Conhecimento
A candidata do PT é “bem conhecida” por 22% dos entrevistados enquanto Serra aparece com grau de conhecimento de 25% e Marina, 11%. Os que disseram conhecer Dilma “mais ou menos” somam 36% contra 39% de Serra e 27% de Marina. A petista é conhecida “só de nome” por 16% e nenhum dos entrevistados respondeu não conhecer Dilma. O candidato do PSDB é conhecido só de nome por 11% e todos os entrevistados disseram conhecê-lo. Marina aparece com 29% e 3% ainda disseram não conhecer a candidata do PV.

Apoio de Lula
Somaram 47% os entrevistados que disseram votar em um candidato apoiado pelo presidente Lula contra 8% que disseram ter preferência por candidato de oposição ao presidente. Os que não irão levar em conta o apoio de Lula para decidir o voto somaram 41%. Não souberam ou não responderam totalizaram 4%.

O Ibope também perguntou aos entrevistados sobre qual candidato teria o apoio do presidente Lula. 93% apontaram Dilma com a candidata de Lula, 1% apontaram Serra e nenhum entrevistado considerou Marina a candidata do presidente. Os que não souberam ou não responderam foram 6%.

Entre os dias 25 e 27 de setembro, o Ibope entrevistou 3.010 eleitores em 191 municípios e a margem de erro do levantamento é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Em junho, quando a CNI divulgou o primeiro levantamento, a candidata do PT apareceu com 38% e Serra somou 32%. Marina tinha 7% das intenções de voto.

Em comparação com a última pesquisa CNI/Ibope, divulgada em junho, no começo da propaganda eleitoral na TV e no rádio, Dilma subiu 12% e Marina 6%. Serra foi o único a registrar queda 5%. Para o diretor operacional da CNI, Rafael Lucchesi, a propaganda eleitoral influenciou no resultado: "O melhor aproveitamento do tempo de TV e dos programas justifica essa queda de Serra e a subida de Dilma e Marina."

Blog do Augusto Nunes Itapetim pernambuco

Apresentadora de TV anuncia vencedora errada na Austrália

Jornais disseram ter sido a situação mais embaraçosa da TV do país.
'Eu não sei o que dizer no momento', disse Sarah Murdoch após a gafe.

Produtores de um concurso de top models na Austrália ficaram envergonhados depois que a apresentadora e também modelo Sarah Murdoch anunciou a vencedora errada (veja vídeo), no que os jornais locais disseram ter sido a situação mais embaraçosa da TV do país.

Sarah Murdoch lamenta a gafe durante o programa.Sarah Murdoch lamenta a gafe durante o programa. (Foto: Reprodução)

Murdoch, nora do barão da mídia Rupert Murdoch, ficou à beira das lágrimas depois de perceber que havia anunciado Kelsey Martinovich, concorrente de 19 anos, da cidade de Sydney, como vencedora da série de TV da Foxtel durante a final, ao vivo.

Martinovich já havia terminado seu discurso de agradecimento quando Murdoch voltou ao palco para revelar que a verdadeira vencedora da votação pública era sua rival, da localidade de Gold Coast, Amanda Ware, de 18 anos.

Apresentadora Sarah Murdoch com as finalistas do concurso.Apresentadora Sarah Murdoch com as finalistas do concurso. (Foto: Reprodução)

"Eu não sei o que dizer no momento. Estou me sentindo meio enjoada sobre isso", disse Murdoch a uma plateia de 2 mil pessoas.

"Realmente, me desculpe. Meu Deus, não sei o que dizer. Isso é o que acontece quando você tem televisão ao vivo, isso é insano, insano, insano."

A Foxtel é controlada pela companhia telefônica australiana Telstra, a News Corp, de Rupert Murdoch, e a Consolidated Media Holdings.

O diretor de publicidade da Foxtel, Jamie Campbell, disse nesta quarta-feira que foi um falha de comunicação entre os diretores do programa, que estavam na sala de controle da emissora, e Murdoch no palco.

Alex Perry, juiz do programa e estilista, disse às rádios de Sydney que Murdoch havia cometido um erro de verdade, negando acusações da mídia de que a confusão teria sido proposital,um ato de publicidade.

Martinovich pode ter comemorado apenas brevemente o título do concurso, mas sua situação não ficou tão ruim depois que a Foxtel anunciou que ela receberia um prêmio de 20 mil dólares australianos (19.360 mil dólares) e uma viagem à Nova York, como consolo, se aproximando do prêmio da verdadeira vencedora.

A primeira colocada, Ware, aparecerá na revista Harpers Bazaar e assinará um contrato como modelo, de 20 mil dólares australianos. Ela também ganhou uma viagem a Nova York e um carro.

Blog do Augusto Nunes Itapetim 2010

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Rejeição a Carolina Dieckmann é mentira, diz autor de “Passione”

http://mdemulher.abril.com.br/imagem/tv-novelas-famosos/interna-slideshow/passione-tt-623.jpg

O autor da novela “Passione”, Silvio de Abreu, negou que haja rejeição a Diana, personagem de Carolina Dieckmann. “É mentira”, disse ele.

No Twitter e em outros sites, internautas chamam Diana de chata e pedem que ela seja a personagem que será assassinada na novela no próximo mês. Mas segundo as pesquisas da Globo, o público da novela pensa diferente.

A informação é da coluna Outro Canal, assinada interinamente por Laura Mattos e publicada na Folha desta sexta (24). A íntegra da coluna está disponível para assinantes do jornal e do UOL.

Blog do Augusto Nunes Itapetim pernambuco

Frases de Rodrigo Santoro no Programa de Marília Gabriela

http://4.bp.blogspot.com/_zz9_i3Vq07A/SL6VDC7bDLI/AAAAAAAAAcw/lr5H0oy8Ga4/s320/rodrigo_santoro_marilia1.jpg

Abaixo, algumas frases de Rodrigo durante a entrevista com Gabi:

“Ser galã ajuda e atrapalha. Tem o status, mas tem o preconceito”;
“Falar espanhol é mais difícil que inglês”;
“Sofri pra fazer o último filme. Sempre sofro”;
“Procuro meditar 10 minutos todos os dias, para descansar a mente”;
“Fico bem sozinho, mas não me entenda errado, gosto da companhia de pessoas”;
“Eu tinha preconceito com televisão”;
“Estou solteiro”;
Ídolos: “Paulo Autran e Robert de Niro”;

Blog do Augusto Nunes Itapetim pernambuco

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Ops! Roupa de Carolina Dieckmann fica transparente na água

Durante gravação de "Passione", Rodrigo Lombardi protege a atriz com sua camisa.

Na gravação de "Passione", Carolina Dieckmann foi traída pelo vestido branco usado por sua personagem, Diana. Ao mergulhar no mar com Rodrigo Lombardi, a roupa usada pela atriz ficou transparente. Ao se dar conta do imprevisto, ela tentou esconder os seios com as mãos. Mas quem a salvou foi Rodrigo que a envolveu com sua camisa. As cenas de Carolina desta quarta-feira, 22, na praia da Macumba, na Zona Oeste do Rio, foram acompanhadas pelo filho dela, José, 3 anos.

. Veja uma galeria do EGO sobre transparências

Dilson Silva/,Agnews

Vestidinho traiçoeiro!

Dilson Silva/,Agnews

Os atores gravaram na água

Dilson Silva/,Agnews

A atriz tenta esconder os seios e Rodrigo Lombardi ainda mostra o cofrinho!

Dilson Silva/,Agnews

Carolina brinca com a situação

Dilson Silva/.Ag News

Rodrigo ajuda a colega a deixar o mar

Dilson Silva/,Agnews

O ator empresta a camisa para proteger a colega de cena